A papoila nasce no cimento, as suas impressionantes pétalas vermelhas contrastam com a fria paisagem urbana e liberta uma magia poética.

O designer Serge Mansau inspirou-se neste diálogo surrealista entre a cidade e a flor para desenhar os frascos de FLOWER BY KENZO. Os frascos, porque são três. Três torres de vidro que se elevam, quase desmesuradas, em direção ao céu, à maneira dos triunfantes arranha-céus. No entanto… apresentam uma ligeira curvatura. Talvez tocados pela graça da papoila, que se eleva, por sua vez, nos ares para os marcar com o seu traço. Ou talvez haja neles a evocação sensual da curva de um pescoço de mulher… Nestes três frascos puros, a papoila desabrocha e floresce. Ela finalmente encontra seu "bouquet". Um "bouquet" gracioso, etéreo, leve.

Uma papoila viajante

De Paris a Moscovo, de Londres ao Dubai, de Madrid a Hong-Kong, a papoila passeia a sua graça colorida pelos quatro cantos do mundo. Surge às dezenas, às centenas de milhar, em bandos efêmeros de fazer corar as cidades de felicidade, para se oferecer aos transeuntes admirados.

Paris

Londres

Viena

Moscovo

Milão